Quarta Carta: Não
Green
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 26/01/22 22:37
Editado: 26/01/22 23:59
Gênero(s): Drama
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 2min a 3min
Apreciadores: 1
Comentários: 1
Total de Visualizações: 77
Usuários que Visualizaram: 2
Palavras: 394
[Texto Divulgado] ""
Não recomendado para menores de dezoito anos
Capítulo Único Quarta Carta: Não

Não, eu não quero transar com você. Não me olhe com essa cara de cachorro perdido, eu sei que era isso que você queria saber, se eu estava mesmo te rejeitando.

Eu não vou simplesmente transar com você, não é assim que funciona comigo e você, mais que ninguém, sabe muito bem disso. Não significa que, só porque eu confio em você e nós conhecemos o corpo um do outro, eu vou estar disponível toda vez que você aparecer na minha porta com sua carinha de garotinho bom que veio fazer uma visita.

Sabe? Esse é seu problema. Você sempre se dá a entender que o único motivo de vir me ver tem finalidades perversas, mas parece tentar esconder isso com desculpas esfarrapadas em absolutamente todas as vezes. Sempre que nos vemos eu torno a lembrar quão incrível você é como pessoa, mas é extremamente difícil me agarrar a apenas esse sentimento uma vez que, ou você me chama pra sua casa, ou você consegue o que quer e começa a se apressar e repetir a todo momento que tem que ir embora.

(E aqui acrescento um detalhe que pode ser importante: “Conseguir o que quer” não se refere apenas ao meu corpo, mas também a todas as energias que eu sempre fiz questão de te doar no momento em que coloca os pés no meu quintal. Porque eu prezo sim pela nossa amizade, mesmo que tenha desistido de te mandar mensagens e não ter resposta.)

Eu sei que eu poderia muito bem dizer essas coisas na sua cara e esclarecer tudo, porque eu sei que a nossa amizade permite esse tipo de diálogo sem tabus, mas talvez eu sinta que você está mais distante que o normal desde a última vez que nos vimos. O que só alimenta minha teoria porque, sinceramente?, de que adianta me olhar todo cheio de manha e dizer que tá com saudades e quer me ver, se você nem ao menos se esforça em me manter interessado em você?

Eu não vou transar com você. Você sumiu da minha vida e as poucas aparições que faz não são suficientes pra que a paixão que ardia dentro de mim me motive a te procurar.

Agora, uma coisa me deixa curioso… Você tem coragem de encarar esse fato ou vai deixar que até a nossa amizade se perca assim?

❖❖❖
Notas de Rodapé

Texto escrito em 2021 e originalmente postado no site Spirit Fanfiction pelo user @dustEstrella.

Apreciadores (1)
Comentários (1)
Postado 02/06/22 15:43

É uma ótima carta, não teria palavras melhores para escrever.