2008
Lovely
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 26/10/22 16:01
Editado: 06/11/22 10:34
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 4
Comentários: 3
Total de Visualizações: 275
Usuários que Visualizaram: 6
Palavras: 265
[Texto Divulgado] "Liberdade da tua Voz" Quando algo tão belo cai em nossas redes, o certo é soltar.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único 2008

Meus pais começaram a levantar os móveis e fazer as malas. Tínhamos que sair dali. A pior enchente registrada na cidade chegou ao nosso bairro. Com meus parentes reunidos em uma casa só, desesperados e angustiados orando continuamente. Horas e horas na frente da tv me tornaram uma expectadora da situação, o cheiro de velas acendidas e ter que fingir não entender o ocorrido era parte do meu cargo onde eu não podia deixar meus pais sobrecarregados.

Pela janela a vista era como pedras exibindo-se na superfície, 85% do território submerso, multidões atacando o supermercado MAX, todos vidrados na pequena TV esperando a defesa civil para verificar quais casas, pessoas e carros foram levados, como uma rifa onde o perdedor é sorteado.

Quando finalmente podíamos ir ao portão, não havia nada além dos destroços de um momento caótico que afogou a todos. Silêncio. Era um dia de sol, meu aniversário, ganhei um colar e minha irmã uma pulseira.

Seguindo de carro pela cidade o silêncio tornou-se ensurdecedor. Moveis em lugares que moveis não devem ficar, carros cheios da água e famílias chorando por algo que já tinha sido um lar. As águas abaixaram, mas as cicatrizes são sentidas, eu sei onde fica a mancha deixada pela água na parede da sala, mesmo que tenham pintado por cima.

Em 2018 reportagens mostravam famílias que ainda sofriam, o roubo ao mercado MAX se tornou uma das maiores vergonhas da cidade. Toda vez que chove e o nível do rio ameaça subir, os calafrios rondam o corpo de cada morador e e todos pensam a mesma coisa. 2008.

❖❖❖
Apreciadores (4)
Comentários (3)
Postado 27/10/22 10:43

Ótimo fechamento!

Desastres são terríveis e destroem muito mais que os bens materiais, mas a forma como descreveu a situação me fez sentir um pouco dessa sua vivência.

E eu adorei, ficou muito bom, meus parabéns.

Agradeço por compartilhar sua obra, continue escrevendo.

Assinado: uma pequena vampira, ⁠♡

Postado 06/11/22 06:11

Meu Deus... O seu relato foi tenazmente feroz e real, eu me arrepiei e chorei só de imaginar, não consigo imaginar a dor e o medo... Que frases certeiras, que obra incrível, que força, que garra, que descrição impecável!

"pessoas e carros foram levados, como uma rifa onde o perdedor é sorteado." - essa frase me desmontou, mas a frase "eu sei onde fica a mancha deixada pela água na parede da sala, mesmo que tenham pintado por cima" doeu ainda mais.

Não adianta pintar as memórias e os traumas por cima, eles sempre estão lá... Espero que esse caos nunca mais alcance você e as pessoas que você ama.

Que um dia todos possam morar em lugares seguros.

Parabéns por essa obra estridente!

Postado 20/11/22 14:18

Fiquei impressionado com o seu relato. Deve ser muito doloroso passar por uma situação dessas. Espero que sua família tenha ficado bem. Gostei que transformou esse acontecimento em um texto

Outras obras de Lovely

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Reflexivo