Mais tempo
Bianca Pontes
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 22/04/16 09:44
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 2min
Apreciadores: 3
Comentários: 1
Total de Visualizações: 266
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 334
[Texto Divulgado] "Por trás da porta" ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Mais velho que a coca-cola.

Desde já agradeço pela presença e boa leitura u3u

---

Qualquer tipo de reprodução que não for expressamente permitida é proibida.

Plágio é crime.

Capítulo Único Mais tempo

Ok. Admito que errei. E errar não é uma coisa que eu goste de admitir. Então é bom que entenda como é difícil fazer isso.

Não... Foi com esse meu jeito escroto que te perdi. Essa prepotência e arrogância não vão me levar à nada. Você mesmo disse. Talvez eu devesse começar com um “perdoe-me; porque eu te amo”...

Certo, então. Vou começar de novo:

Perdoe-me; porque eu te amo. “Porque eu te amo”... Que espécie de pessoa perdoaria a outra por esse motivo? Eu não perdoaria. Eu sei... Sou o único ser que é noventa e nove por cento racional e faz o um por cento restante pensar, analisar fatos, frases, provas, entrelinhas... O caso é que nessa minha cabeça pensante demais, esse não é - e nunca foi - um bom argumento.

Deus... Nunca pensei que isso seria tão difícil. É só falar que eu te amo e pedir desculpas, não? Eu te amo. É óbvio, você já sabe; eu, relutantemente, sei e todo o resto do mundo, também. Eu te amo. Apaixonei-me da forma mais idiotamente possível e agora estou pagando o preço por isso.

Não é que eu me arrependa (não o tempo inteiro). Mas agora... Agora você me ignora e eu sofro com isso. Agora, neste exato momento, eu me arrependo. Como se eu pudesse me culpar pelos caminhos obscuros que meu coração insiste em seguir... Poético, não?

Resumindo: eu não acho que essa seja a hora certa para colocar um fim no que temos. Não sei se haverá hora certa e nem sei se eu ficaria bem sem o seu “bom dia, amor” diário.

É verdade que eu sempre me irrito quando você me acorda e que o presente mais romântico que eu te dei foi uma caixa daqueles chicletes amargos... Eu pensei que você gostasse do meu jeito inusitado, caramba!

Enfim... Eu só quero mais um tempo. Porque eu preciso de mais tempo para fazer as coisas darem certo. Porque esses doze anos de casados não foram o suficiente.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Óia:

https://www.facebook.com/nmpudq/

http://notasmentaisparaumdiaqualquer.blogspot.com/

https://medium.com/@bianca20s

https://instagram.com/nmpudq

Apreciadores (3)
Comentários (1)
Postado 30/07/16 20:58

SEM OR! Amei! Devo dizer que o final foi surpreendente. Gostei do estilo da personagem, e concordo com algumas de suas opiniões. Escreveu muito bem (tem gente que não consegue passar essa personalidade mais fria e direta pro papel), escolheu bem o tema, juntou os dois e ficou um texto excelente! Parabéns!

P.S.: ainda tô digerindo esses "12 anos de casados"

Outras obras de Bianca Pontes

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Crítica

Outras obras do gênero Crônica

Outras obras do gênero Drama