Um Anjo Caído ou um Querubim?
Joe
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 03/06/16 01:40
Editado: 15/06/16 05:20
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 3
Comentários: 3
Total de Visualizações: 452
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 220
[Texto Divulgado] "Escorpiana" Intensidade, esse é o seu nome. Aquela que sussurra, que grita e que demostra o quanto o amar é importante.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Um Anjo Caído ou um Querubim?

Talvez, eu seja um Anjo Caído, que foi expulsa do lugar de paz para sobreviver em meio à guerras e trevas. Tudo isso por sentenças feitas por mim mesma, ou não.

A cada dia que existo, menos quero existir, sinto que aqui nunca foi meu lugar, tal lugar aquele que eu pudesse me refugiar e se sentir realmente viva.

Mas isso não tem significado algum para mim, a sobrecarga de decepções e pessoas sem coração me faz perder a esperança no mundo. Quer dizer, a pouca esperança que ainda tenho.

Penso que quando uma pessoa tenta mudar algo e ir para frente, tem dez querendo atrapalhar e te deixar para trás.

Uma das coisas que me deixa cabisbaixa é a falta de consideração de muita gente, onde tomar a dor do outro, não tem total significado assim.

Isso me deixa em dúvida em relação da pessoa que hoje sou, me fazendo pensar, se sou um Anjo Caído ou um Querubim? Pois já não sei mais, se me encaixo no lado bom ou ruim.

Me vejo cega e confusa em relação a minha convivência com as pessoas, aprendi da pior forma que não se deve confiar em ninguém e muito menos ser empática com todos.

Foi uma lição que aprendi aos poucos, porque cansei de dar tudo e não receber nada.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Obrigada por ler!

Apreciadores (3)
Comentários (3)
Postado 03/06/16 01:45

Magnífico texto senhorita Joe, heh. a profundida dele é tanta que invadi-me, pois estas tuas palavras se assemelham com as que vagam em mim.

Postado 03/06/16 01:54

Obrigada sr. Thomas, não se esqueça que também és um grande escritor e agradeço novamente por ter me apresentado o site!

Postado 03/06/16 01:56

Muito obrigado, senhorita e disponha. É uma honra ter sua compania no site e ler seus belos textos, heh.

Postado 05/05/17 00:00

Eu me vi decomposta aí, eu tô até arrepiada de como isso penetrou em mim, esse lance de sempre dar o esse melhor e receber escarros, esse lance SINCERAMENTE ÁCIDO de não ser e nem querer e nem dever sem empática com todos... As pessoas só nos querem quando estamos felizes, e elas estão tristes, mas, quando os papéis mudam, aí vemos que somos tão solitários quanto uma estrela. Intenso, singelo, devorador. Parabéns, mais uma vez, e todas as vezes, vejo que você já é, como será uma das melhores acadêmicas daqui.

Isso é talento, isso é dom!

Postado 26/11/17 14:54

Que obra incrível! Me vi em muitas linhas e nem pude acreditar.

Parabéns!

#ad01 - 153/154