Tudo Aquilo que (Não) Cabe em Mim (Em Andamento)
Sabrina Ternura
Usuários Acompanhando
Tipo: Antologia Poética
Postado: 11/02/23 17:23
Editado: 15/02/24 16:54
Qtd. de Capítulos: 20
Cap. Postado: 11/02/23 17:23
Cap. Editado: 01/08/23 00:01
Avaliação: 9.89
Tempo de Leitura: 21seg a 29seg
Apreciadores: 7
Comentários: 3
Total de Visualizações: 663
Usuários que Visualizaram: 12
Palavras: 58
Não recomendado para menores de catorze anos
Tudo Aquilo que (Não) Cabe em Mim
Notas de Cabeçalho

Ciao, pessoal! Como eu gosto muito de ouvir músicas enquanto escrevo, achei interessante, para uma melhor experiência de leitura desta antologia, criar uma playlist com as músicas que escutei durante a produção dos poemas. Portanto, caso queira acompanhar a leitura com uma trilha sonora, basta apenas clicar no link abaixo e selecionar o número da música (que sempre virá destacado nas notas de cabeçalho).

Link da playlist: https://open.spotify.com/playlist/7q15VQhRaMWt4Y9vj0NJsO?si=c6f28c3d015b4b77

Boa leitura ♥

[16. Love In The Dark - Leroy Sanchez]

Primeiro Poema aquela parte de mim

sempre haverá aquela parte de mim

que nunca conseguiu esquecer você

e que te odeia por isso,

porque não existe nada pior do que

deixar permanecer

alguém que escolheu ir embora.

sempre haverá aquela parte de mim

cheia de você,

mas que nunca foi nós...

e essa parte

é a que mais me

p a r t e.

❖❖❖
Apreciadores (7)
Comentários (3)
Postado 27/04/23 09:14

Essa parte é a que mais dói...

Obrigada por compartilhar conosco!

Postado 07/06/23 14:08

Sempre faltamos em algum lugar. Lindo texto.

Postado 29/09/23 11:05

E esse poema quebrou a alma dos leitores...

Acho que esse poema é tão universal que dá até medo.

Quero dizer, eu realmente acredito, que por que alguém nos machuque, sempre vai existir ao menos 1% dessa pessoa dentro de nós.

E humanos são "máquinas de machucar pessoas". Machucamos e somos machucados, em em ciclo tão triste que me deixa melancólica.

Sei que é doloroso ter essas partes dentro de nós, mas às vezes (por mais que doa) são partes importantes demais para deixarmos elas irem embora...

Lindo poema, Srta Ternurinha <3

Outras obras de Sabrina Ternura

Outras obras do gênero Crítica

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Reflexivo