Asas de papel... A resposta
Lobo Negro Johny
Tipo: Lírico
Postado: 23/02/24 00:24
Editado: 23/02/24 00:25
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 1
Comentários: 0
Total de Visualizações: 258
Usuários que Visualizaram: 3
Palavras: 187
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Asas de papel... A resposta

Asas de papel...

A RESPOSTA

Por quê pensam

Que sou ingênuo?

É diferente de inocência

Que me foi tirada

Até castigada

Crença própria

Tomada de mim

Por nunca acreditarem

Eu tive que fazer

Por mim mesmo...

Asas podadas

Chumbo nos pés

Mandando eu voar...

Apenas feito para cair

Eu usava papéis

Com minhas palavras

Eu voava

Mas nunca o suficiente

Apenas eu

Usando papéis frágeis

Para alcançar um Voo

E ainda ser alvejado

Por não ser

Da maneira

Que me impediram

Como saber o motivo

De tudo isso

Se nem quem fez

Sabe o porquê

Distante

Cada vez mais distante

A pouca proximidade

Machuca

Voo com papeis

Não aprendi

A ser quem sou

Não me ensinaram

A encontrar

Coisas especiais em mim

Com papel

O papel sangra

Extensão de mim

Mesmo assim

É rasgado

Sou uma pergunta

Que não consegue responder

É como se não estivesse perto

E quando eu desisti de estar

Quis então me ter perto

Hoje eu ainda voo

Com meus papéis

Pouso no coração certo

Que não sou uma pergunta

Mas a resposta...

Assim como ela é

Para mim

Eliézer Viajante do Tempo

❖❖❖
Apreciadores (1)
Comentários (0) Ninguém comentou este texto ainda. Seja o primeiro a deixar um comentário!