Suicídio
youtube
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 02/03/16 13:44
Editado: 02/03/16 13:47
Gênero(s): Drabble Reflexivo
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 4
Comentários: 4
Total de Visualizações: 771
Usuários que Visualizaram: 10
Palavras: 212
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Então, esse seria uma oneshot bem curtinha, de forma alguma estou incentivando o suicídio, muito pelo contrário, estou comentando o que a maioria dos adolescentes que já pensaram nisso sentiram para tomar essa decisão, qualquer coisa que seja parecia com essa oneshot é mera conscidência.

~youtube

Capítulo Único Suicídio

Os políciais tentavam a todo o custo distanciar as pessoas que olhavam curioso para uma loira no chão, seu corpo sem vida e sangrento. Os olhos antes cheios de vida agora estavam fechados e sem brilho, seus lábios entreabertos deixando com que o líquido viscoso saísse do mesmo.

Seu corpo deitado de bruços no chão sujo, frio, e duro. Sua roupa branca agora estava manchada pela cor vermelha, um de seus tênis está longe de seu corpo, perto da lixeira.

Seu corpo estava machucado, com sangue saindo da cabeça. Seu corpo se chocou com extrema força no chão, por isso causou a forte rapidamente da jovem.

Antes os cabelos loiros e bem cuidados, estavam sem vida e jogados pelo chão, acompanhado da cabeça. Ao longe, duas pessoas olhavam aquilo com interesse, tentando entender a morte da garota.

– Será que ela sofreu? – Perguntou.

A menina abriu um grande sorriso olhando para o menino, dizendo:

– Eu entendo-a. Tantas emoções rodeavam a cabeça da menina, ela não conseguia entender nada, buscava ajuda mas todos achavam que ela estava apenas com uma "aborrecência" adolescente, então, ela desistiu depois de tanto lutar.

O menino surpreso, a perguntou:

– Como sabe disso?

Ainda com um sorriso, a loira voltou o olhar para o corpo.

– Porque esse corpo me pertence.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Então, o que acharam? Espero que tenham gostado <3

Apreciadores (4)
Comentários (4)
Postado 02/03/16 14:11

Carai, hehehe. Morreu e continuo ali, olhando o estrago que fez. Que mulher maluca, hehehe.

Acho deplorável o suícido. Sei que em alguns casos de depressão avançado isso acaba acontecendo, e por isso tolero, mas aquela vontade de morrer pra fugir dos problemas é besta. Pra isso, a vida, caso não se tenha vontade de enfrentar os problemas, criou o botão "Foda-se". É só clicar nele e ser feliz.

Postado 02/03/16 14:17

sausahu Exatamente, mas como ela era uma adolescente nem deve ter percebido a merda que fez -q

Digo o mesmo, todas as pessoas passaram por alguma coisa ruim da vida, chega pessoal, familiar, escolar, entre amigos e por ai vai. Por isso existe o nosso famoso "Foda-se", como você disse, é só clicar nele e ser feliz, e não se matar, se cortar e essas coisas. Respeito quem se corta ou coisa do tipo, não tenho algo que fale "Ah, nossa. Você é um retardado por ter feito isso", e tudo mais, a pessoa deve passar por problemas, mas em vez dela se auto-mutilar, poderia muito bem buscar ajuda.

O único caso que realmente tolero e deixo passar, foi o que você disse. Sobre a depressão estar avançada, na oneshot a personagem simplesmente se matou por não aguentar ser ignorada e mesmo buscando ajuda, ela meio que era deixada de lado. Por conta disso, preferiu se matar. Esse tipo de acontecimento é meio tolo, pois ela poderia continuar a buscar por alguém que pudesse socorre-la, mas preferiu acabar com a vida.

Enfim, é isso shausahu

Obrigada por expressar sua opinião <3

Postado 02/03/16 15:23 Editado 02/03/16 15:24

Whoa. Um belo texto, com um final excelente. Parabéns, Bea. Não esperava menos vindo de ti.

Entretanto, há alguns errinhos e incoerencias no seu texto; nada muito estravagante, mas, com as dicas que eu vou te dar, você poderá melhorar cada vez mais. Enfim, vamos lá.

Primeiro, você usou repetições em demasiado. No mesmo parágrafo, você usou a mesma palavra no mínimo, duas vezes. Por exemplo, aqui: "Seu corpo estava machucado, com sangue saindo da cabeça. Seu corpo se chocou com extrema força no chão[...]". Isso poderia ser evitado se você usar um sinônimo da palavra corpo. Procure no google por "dicionário de sinônimos", isso salva vidas. -q

Segundo, preste atenção nas frases que escreve. Vez ou outra acabamos por "comer" uma palavra/letra ou simplesmente adicionamos uma palavra a mais sem que percebamos. Normal. Isso pode ser corrigido com uma releitura do texto. Eu, por exemplo, escrevo o meu texto e o corrigo. Contudo, não o posto no mesmo dia. Deixo pro dia seguinte ou mais tempo, dependendo, pra eu e"esquecer" o que escrevi, reler, adicionar coisas caso eu queria ou seja necessário e corrigir novamente.

Terceiro, o universo criado aí, a cena, você poderia ter descrevido melhor. Calma, nada de desespero, pensando que não sabe escrever e etc. Não. Sua escrita é ótima, é cativante e emociana os leitores. Mas você ficou muito, digamos... Limitada. VOCÊ é a autora do conto, VOCÊ quem impõe os limites. Claro, nada de um panda rosa e branco cair do céu do nada. A descrição do local me fez falta. A descrição dos outros personagens, também. Não fique tão focada na personagem principal, pois isso te limita ao extremo. Como aconteceu nesse conto.

Bom, desculpa se eu fui rude ou grossa. Não era minha intenção. Não mesmo. Eu apenas queria te dar umas dicas pra te ajudar em textos futuros.

No mais, parabéns pelo conto, Bea! Espero, verdadeiramente, que você continue postando aqui na AC. Estou ansiosa para mais histórias vindas de ti. <3

Postado 02/03/16 15:41

Muito criativo! Dá até um frio na barriga heheeh

Postado 04/03/16 11:10

Fiquei arrepiada, arrasou <3