Asylum (Em Andamento)
Azurisky
Usuários Acompanhando
Tipo: Romance ou Novela
Postado: 07/03/17 18:54
Editado: 31/05/17 23:03
Qtd. de Capítulos: 2
Cap. Postado: 07/03/17 18:54
Avaliação: 9.83
Tempo de Leitura: 37seg a 50seg
Apreciadores: 5
Comentários: 5
Total de Visualizações: 849
Usuários que Visualizaram: 12
Palavras: 100
Não recomendado para menores de dezoito anos
Asylum
Notas de Cabeçalho

Risco iminente de tornar-se louco e, se já o for, tornar-se ainda mais.

Metáfora 1 Estou aqui

Abri os olhos lentamente e vi tudo extremamente iluminado. Não podia mexer meus braços, mas eu ainda podia pensar... Estava sentado escorado desconfortavelmente olhando para aquele nada. Era tarde? Noite? Dia? Quisera eu poder saber. Olhei para o canto e vi pequenas rachaduras sobrevirem. Arrastei-me como podia para ver de perto. Foi então que vi que pelas fendas havia uma escuridão. Não temi, pelo contrário, senti conforto. Ao olhar para aquela escuridão sem fim eu conseguia não mais pensar, eu podia relaxar. Em meses, talvez anos, eu finalmente senti-me calmo. Foi então que olhei novamente e deixei a escuridão entrar.

❖❖❖
Notas de Rodapé

But it's too late to go back I can see the darkness through the cracks.

It's too late to go back I let the darkness seep through the cracks.

Apreciadores (5)
Comentários (5)
Comentário Favorito
Postado 07/03/17 21:08

Este início mórbido me lembrou um pouco as cenas do clipe de "The Unforgiven". É realmente um tanto bizarro de imaginar a coisa toda... Especialmente o final, que me arremeteu à célebre frase de Nietzche (sei lá como se escreve) sobre o Abismo.

Muito bom ver a senhorita voltando a escrever... Tenho grandes expectativad sobre como irá lidar com este tipo de tema (até porque a senhorita é bem retardada no sentido mais grotesco e malevolente da palavra; é um elogio)...

Parabéns e nåo pade por nada, ok?

Atenciosamente,

Um ser insano, Diablair.

Postado 27/03/17 12:54

Eu ainda ia usar aquela frase, mas ai achei que ja tava óbvio que isso aconteceu...

Realmente ueuhdeudueh e to numa vibe insana mt legal :3

thx! Logo atualizo xP

Postado 29/04/17 23:10

E morreu.

Postado 30/04/17 15:18

Jamais. Três capítulos prontos para serem polidos e devidamente postados :3

Postado 30/04/17 17:29

Caraio. Que "calaboca, tu nom sabe de porra nenhuma" nível Satan da porra. Me fu agora.

Sorry. E thanks!

Postado 01/05/17 23:47

Nada disso, diabin. Foi mais um "help, facul + torneios + concurso + metas pessoais tão me sufocando e n consigo continuar sapreulaaaa"

eudhuhehde

Postado 08/03/17 15:52

'Simbora alimentar a loucura! <3

Postado 09/03/17 11:59

<3

Postado 26/03/17 15:37

Lindo. Não sei do porquê, mas consegui me reconhecer no início do texto quando é descrito a imobilidade dos braços. Eu tinha constantes paralisias do sono quando era mais jovem, por volta dos dez e onze anos. Mesmo com poucas linhas, fez eu me identificar com o enredo. Continue, por favor.

Postado 27/03/17 12:54

Foi feito de uma pessoa com paralisia do sono para outra, portanto! hahaha.

Continuarei sim! Muito obrigada pelo comentário! :D

Postado 04/10/20 12:17

Que delícia de texto!!

Deu a impressão de ser o nascimento de um monstro humano, que acabou de descobrir que as trevas e a escuridão lhe fazem bem!!

Para mim, fofura pura hahahaha

Postado 04/10/20 17:31

Obg por me fazer reler essa antalogia haha <3

Postado 19/10/22 21:58

Caraca, que leitura intensa!

Obrigada por compartilhar conosco!​​​

​​​Parabéns, Joy ♥

Outras obras de Azurisky

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Drabble

Outras obras do gênero Reflexivo

Outras obras do gênero Sobrenatural