Santa Igreja
Meiling Yukari
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 19/10/20 16:07
Editado: 19/10/20 16:13
Avaliação: 9.4
Tempo de Leitura: 2min a 3min
Apreciadores: 6
Comentários: 5
Total de Visualizações: 537
Usuários que Visualizaram: 12
Palavras: 436
Não recomendado para menores de dezesseis anos
Notas de Cabeçalho

Foi uma tentativa bem fraquinha para essa imagem do desafio, que merecia algo bem mais elaborado, mas foi o que deu...

Capítulo Único Santa Igreja

"Nos confins de uma vila remota nas montanhas do Tibet, um sacerdote católico foi tentar pregar sua fé cristã contra o budismo ali presente.

Não foi fácil chegar até lá, e mais difícil ainda foi conseguir um lugar sozinho e isolado para morar, no qual Padre José ergueu uma grande espécie de cabana, muito bem fechada para proteger o seu interior dos olhos curiosos e hereges.

O sacerdote dizia para todos, que só poderiam entrar em sua singela capela, caso se convertessem ao catolicismo.

Porém aquele povo das montanhas não tinha nem ideia dos verdadeiros preceitos cristãos, e se deixaram enganar por aquele lunático, que em lugar de pregar o amor de Deus, pregava a adoração à Satanás.

José ia muito cauteloso atrás de suas vítimas, e vibrava de felicidade quando suas palavras sobre o Demônio atraiam algum inocente.

O padre lhes dizia o seguinte, que para serem aceitos na Santa Igreja, precisavam levar até lá, junto com eles, algum parente que nunca deixaria de ser budista, de preferência que fosse idoso.

Mas assim que chegavam à Igreja, os recém convertidos tinham sua grande surpresa. Eram amarrados, e a pessoa que havia se convertido, precisava provar sua adoração à Satã, matando o parente que havia trazido consigo.

Eram momentos trágicos de um angustiante sofrimento moral... os recém convertidos não tinham escapatória. Matavam seus parentes, os esquartejavam, e jogavam suas partes dentro da grande piscina ali presente.

Por causa dos mortos, a água era vermelha e fétida, e os convertidos eram obrigados também a pular dentro da piscina, para se limparem dos pecados hereges, e provar mais uma vez, através do batizado satânico das águas banhadas em sangue, que eles seriam servos do Diabo."

– Kkkkkk que horror, vô, e o que aconteceu depois?

– O resto da história é muito mais pesado... Te conto quando você for mais velho, meu neto.

– Corta essa, é só uma historinha pra boi dormir, então quero ouvir hoje! – reclamou o menino de aproximadamente 10 anos e que possuía olhos puxados.

– Algum dia... Algum dia te contarei como eu escapei da Santa Igreja, e fugi para a China, lá conheci sua avó e formei uma família.

– Aff vô, conta outra. Você tá inventando tudo isso só pra tentar me deixar com medo kkkkk, a gente tá no Brasil, a China deve ser muuuuito longe, impossível a gente ter vindo de lá kkkkkk.

– Claro, claro, netinho, eu inventei tudo... Mas agora vá dormir... – pediu o pobre idoso tibetano, que sofria com suas tristes memórias de quando teve que assassinar sua tia avó, e depois quase morreu tentando fugir das garras dos adoradores do Diabo.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Gente, eu ia deixar o Padre ser apenas católico normal, porque a Igreja Católica fez muitas atrocidades, mas daí acabei transformando ele em satanista, só para deixar mais "interessante"... Apesar disso, minha opinião continua sendo de que, não precisa adorar a Satanás para fazer crueldade, basta adorar a Deus e ser cruel.

Enfim, obrigada pela leitura <3

Apreciadores (6)
Comentários (5)
Comentário Favorito
Postado 20/10/20 20:15

Em nome de Satã, Mei... Sua criatividade malevolente está em polvorosa mesmo, hein! Embora a premissa tenha sido deleitável e bizarra na mesma medida, confesso que eu adoraria ter lido a coisa toda bem mais detalhada na parte que corcernia ao sacrifício da tia avó e da fuga alucinante do pobre tibetano...

A parte de mergulhar na piscina sangrenta me soou como uma perfeita profanação do batismo bíblico nas águas. Isso foi um toque de mestre digna de um sorisso de Lúcifer, com toda a certeza!

E concordo contigo, até porque a hedionda trajetória da "Santa" Inquisição está aí para corroborar de modo irrefutável suas palavras acerca do Mal em nome do deus cristão. Satanás nos cuide!

Parabéns pela postagem, ainda que ambos saibamos que você poderia e deveria ir tão além quanto o calor do fogo do Inferno!

Atenciosamente,

um ser que praticaria meditação no fundo dessa piscina (se possível com a autora junto), Diablair.

Postado 25/10/20 14:24 Editado 25/10/20 14:26

Se Lúcifer sorriu... E se você gostou... Isso me deixa muito feliz <3

Eu não gostei do texto, então não consigo responder algo digno do seu comentário maravilhoso...

Um obrigada e um abraço, de uma criatura que gostaria de meditar junto com você na profundeza da piscina de sangue,

Meiling...

Postado 21/10/20 15:51

A carga desse texto é imensa! Esse final me deixou de boca aberta e com o coração apertado... A sua capacidade latente em surpreender a nós, meros leitores mortais, é extraordinária! Adorei sua interpretação da imagem, muito criativa.

Obrigada por compartilhar conosco!

Parabéns, Mei ♥

Postado 25/10/20 14:25 Editado 25/10/20 14:26

Obrigada por ter gostado e por ter achado criativo...

Eu não gostei muito, infelizmente...

Mas agradeço muito a você, senhorita Ternura!!

Um abraço <3

Postado 21/10/20 23:12

EITA! Olha esse final. Que visão da imagem, MeiLícia! Quase caí da cadeira aqui.

E o que é essa criança de 10 anos que não se assustou com uma coisa macabra dessas? Certeza que esse menino é portador da Doença. Só pode!!

Parabéns!

Postado 25/10/20 14:27

Hmmmm vai ver o menino até se divertiu com a história... rs

Obrigada por ter gostado, Flavinha!

Um abraço <3

Postado 25/10/20 16:27

Olha esse plot twist! Sinceramente eu estava com um pé atrás do narrador, porque quem concluiu esse pacto batizado já perdeu todo o rumo da vida, convenhamos. Então pensei seriamente que a o avô estivesse contando a história apenas para poder convencer o garoto curioso a ir à Santa Igreja e ofertá-lo como oferenda.

Sim, eu sei que você faria isso hahahaha.

A narrativa foi muito bem escrita e macabra, Mei. Os detalhes sórdidos que nos deixam com um pé atrás de tudo agora. Socorro, que quando alguém me chamar para ir em algum lugar - principalmente na igreja - eu vou, mas com umas facas guardadas.

Parabéns ♡

Postado 31/10/20 00:44 Editado 31/10/20 01:08

Seja Satanás, seja Deus, sejam pagãos, não importa. O ser humano é cruel e criativo na violência por si mesmo. Apenas utiliza de fé, crenças, como desculpa para seus atos ruins.

De um lado os adoradores de Satanás, do outro os adoradores de Deus. E no meio de tudo isso, fico boiando. Eu gosto dos dois e acredito em ambos, mas não sirvo a nenhum. Nessa guerra estou ao lado dos humanos, da humanidade no sentido evoluído, renegando o instinto selvagem e descontrolado. Não consigo ter muito rancor. Tive amigas que odiavam um ou adoravam a outro, mas nunca pude compartilhar de tal coisa.

Pode parecer prepotente - e realmente é, mas não sei se me importo muito... -, Mas tenho pena de Satanás e de Deus, assim como de outros deuses. Muitas vezes pode ser que não tenham nada a ver mas puxam eles pra justificar decisões podres. Eles são sobrecarregados por ter nas costas o peso imposto de muita coisa ruim.

Foi um bom texto, pelo que trouxe. Vi pelos comentários que não apreciou o texto que fez. Acontece. Se não conseguir apreciar o texto, aprecie o que você quis dizer com ele. A reflexão imposta. Quer ver? Eles assassinam os que não podem mudar de crença e banham-se no sangue deles. Isto não lhe soa familiar? Perseguições, a própria inquisição, entre várias coisas atuais, como a cultura do cancelamento e o crescimento de subcelebridades através do hate. Eles destroem, se banham no sangue e, desse modo, alcançam um novo estado de existência.

Há poesia nos mínimos detalhes, mesmo quando não conseguimos enxergar.

Bem, foi isso. Excelente trabalho. E uma capa muito bem feita.