Aqueles que encontram beleza nas pequenas coisas
Green
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 31/01/22 23:57
Editado: 31/01/22 23:58
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 3
Comentários: 3
Total de Visualizações: 244
Usuários que Visualizaram: 6
Palavras: 227
[Texto Divulgado] "Luna Nostra" Um trilionário terráqueo visita velhos amigos de outro mundo em busca de socorro.
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

O que pensa o eu-lírico que vive em mim sobre as pequenas felicidades da vida adulta.

Capítulo Único Aqueles que encontram beleza nas pequenas coisas

Sois meus heróis, sabiam disso? Sois feitos de simplicidade, comunidade, raridade.

Sois feitos de faxina no final de semana de verão, maratona de talkshow com o amado ao fim de um dia de trabalho e café da manhã recém passado.

Sois feitos de aceitação de que a vida corre da forma que tem que correr, quando tem que correr, simplesmente porque aceitam que ela corre.

Sois feitos de manhãs escuras e tardes mais escuras ainda. Feitos de suor, euforia e exaustão. Porque querem, porque aceitam que devem, ou simplesmente porque podem e amam.

Sois feitos das pequenas paixões do dia a dia, do amor incontestável pela vida adulta e seus pequenos detalhes.

Almejo eu ser como vós: únicos, calmos, atenciosos aos detalhes.

Por vezes percebo que a tua simplicidade cai em inconsciente. Tens tanto que pensar que acabam não percebendo quão felizes sois, estou certo? Tens tanto movimento em tua mente turbilhada de tarefas cotidianas que nem percebem o paraíso que encontram nos longos suspiros de fim de um dia agitado.

Quero ser como vós. Quero apreciar essa tua calmaria fluente. Quero amar a vida em suas ínfimas felicidades. Quero essa paz em meio ao caos.

Ensina-me então, rogo. Ensina-me a ver a beleza de cada detalhe do mundo a minha volta. Para que assim eu me torne uma carta àqueles que encontram beleza nas pequenas coisas.

❖❖❖
Apreciadores (3)
Comentários (3)
Postado 07/02/22 15:21

U-A-U que obra boa, que tapão na cara! Nós adultos, estamos o tempo todo exaustos, com medo, ansiosos, sentimentos um zilhão de faltas e pensar tanto tanto tanto assim, realmente nos tira o foco do que realmente é bom, é lindo e importa... O que é uma pena. E me coloco nesse meio, passo semanas a fio em depressão profunda quando algumas perguntas tem respostas tão, mais tão fáceis, que nos recusamos a aceitá-las. Tem uma música que diz "I would like to see this world through the eyes of a child", sim, seria bem mais simples enxergar a vida adulta com os olhos de uma criança, nos lembrarmos mais de como é incrível poder andar pelado pela casa, lavar a louça só quando a pia já estiver lotada, comer na hora que quiser, dormir na hora que quiser, vestir o que quisermos e amar da forma que quisermos, nos esquecemos do poder que temos, dos milagres triviais de ser adulto e de muitas outras coisas simples e maravilhosas estão por vir! E por fim, fecho com esta parte "Ensina-me então, rogo. Ensina-me a ver a beleza de cada detalhe do mundo a minha volta. Para que assim eu me torne uma carta àqueles que encontram beleza nas pequenas coisas." É simplesmente uma das verdades da vida!

Que obra maravilhosa, muito obrigada MESMO por postá-la aqui! <3

Postado 12/04/22 08:32

Taí algo que a vida adulta por vezes nos rouba: a capacidade de parar e ver a beleza que nos rodeia!

É tanta correria, tantas obrigações quando se luta por viver no dia a dia...

Creio que a fase da vida onde você mais para e aprecia é na maturidade, onde se espera estar estabilizado e assim ter mais tempo para viver o que ocorre em volta e reparar no entorno...

Mas vamos tirando lições daquilo que lemos! Seu texto me deu um puxãozinho de orelha e vou tentar desacelerar ao menos hoje e reparar na beleza que me cerca...

Obrigada por compartilhar conosco!

Postado 18/04/22 11:43

"Um escritor que diz não haver verdades, ou que toda verdade é 'relativa', está rogando pela descrença. Não acredite nele."- Roger Scruton, autor e filósofo britânico

Sendo criativos, temos nada menos do que nossos sonhos realizados, em algum lugar, em algum momento de nossas vidas. Colocar palavras no papel apenas os tornam ainda mais reais.

Cada Momento Neste Cosmo é Registrado :)

Sjow