Os meus melhores textos eu escrevi para você.
Bianca Pontes
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 19/12/20 00:23
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 45seg a 1min
Apreciadores: 5
Comentários: 4
Total de Visualizações: 548
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 121
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Será que as pessoas se espantariam se vissem quanto tempo um texto meu fica guardado esperando a hora certa de ser publicado?

Capítulo Único Os meus melhores textos eu escrevi para você.

Os meus melhores textos eu escrevi para você. Isso é ridículo, eu sei, mas a verdade nem sempre se veste de roupas elegantes; muitas vezes ela é cruel e trágica e, neste caso, ela é brega e deprimente.

Os melhores dias da minha vida eu vivi com você. Ou eu estava ao seu lado ou conversando até de madrugada. Você sempre contou as melhores piadas e só o timbre da sua voz foi capaz de me fazer arrepiar.

Você também tem os olhos mais bonitos que eu já vi e o abraço mais gostoso que eu já senti. Você foi o meu melhor aliado, o ombro mais macio. Não me espanta que os meus desenhos mais bonitos sejam do seu rosto.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Obrigada por ler!

Tem mais textos no instagram @masnemtantoblog e algumas dicas no @bprevisoes

PS. Há quanto tempo uma pessoa precisa estar inativa para ser expulsa daqui?

Apreciadores (5)
Comentários (4)
Postado 19/12/20 02:29

Legal ler e sentir o gosto.

Parabéns pelo texto!

Postado 20/12/20 01:19

Uma expressão sentimental do mais alto padrão e beleza, sem dúvidas. E, falando nisso, pode-se ficar ausente indefinidamente que, ao regressar, ainda estarás aqui, Srta Pontes. A expulsão por ausência inexiste neste antro maldito...

Parabéns pela obra!

Atenciosamente,

um ser que queria ter sido expulso direito do útero, Diablair.

Postado 23/01/22 13:35

Gostei, realmente há amores que mesmo terminados ou sequer confessados têm o poder de marcar a vida da gente...

Obrigada por compartilhar conosco!

Postado 14/10/22 00:12

Tudo nesse texto emana poesia. Ele é pequenino, mas transmite um sentimento sincero que o leitor consegue sentir no fundo do âmago. É daqueles textos-abraço, que encanta e acolhe a alma.

Obrigada por compartilhar conosco!

​​Parabéns, Bianca ♥

P.S.: preciso dizer que ri da frase final das notas de rodapé kkkkkkkkk.