Dentro do Nosso Adeus
Sabrina Ternura
Tipo: Lírico
Postado: 18/10/22 02:04
Editado: 18/10/22 13:33
Avaliação: 9.85
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 4
Comentários: 3
Total de Visualizações: 390
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 200
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Sfida Musicale II: 8 - Tema Livre

"Things won't be the same with me and you

Oh it makes it that much harder

When you love what you lose"

(Love What You Lose - Cecilia Glenn)

Capítulo Único Dentro do Nosso Adeus

Abraçados e em silêncio,

Como se o tempo pudesse durar mais de um milênio

Dentro do nosso adeus.

Ouço seu coração com atenção

Para guardar o som gentil que ele faz

[não quero me esquecer

dos seus detalhes].

Acomodo-me em seu peito uma última vez

Para não esquecer que só em seu abraço encontro meu espaço

[não quero caber

em mais ninguém].

Guardo com carinho as palavras sussurradas no meu ouvido

Para sempre escutar o seu "eu te amo" ecoar

[não quero desaprender

a te amar].

Afastamo-nos dentro do espaço que um dia apelidamos de lar,

Como se todas essas paredes não estivessem cheias de histórias

Mesmo após o nosso adeus.

Te olho com as mesmas íris apaixonadas

Da primeira vez

[porque quero que você se lembre

de mim com amor].

Te digo, meio que sorrindo, que ali

É o lugar que você sempre poderá retornar

[porque não irei a lugar algum

sem ti].

Te levo até a porta

E te vejo indo embora

[porque nem sempre o amor

é feito para ficar].

Quantas estrofes bonitas nós fizemos

Nessa linda poesia chamada Tempo

E até mesmo na despedida há amor,

Porque dentro do nosso adeus

Sempre haverá

Você

e

eu.

❖❖❖
Apreciadores (4)
Comentários (3)
Comentário Favorito
Postado 04/11/22 17:43

Que poema lindo e triste! Eu sempre digo que acho maravilhoso esse dom que você tem de conseguir transmitir tantas coisas através das palavras. Você realmente não escreve apenas palavras, mas também descreve os verdadeiros sentimentos da alma.

A música, as estrofes, o adeus... É como se esse poema fosse um abraço que só quem já se despediu de alguém que ama de verdade consegue entender o significado e a força que essas palavras possuem.

Parabéns, meu amor :)

Postado 29/01/23 01:17

Cacete, você foi CIRÚRGICO nesse comentário, amor. É exatamente isso!

​Obrigada pela presença e comentário, vida ♥

Postado 18/10/22 10:49

A senhorita Sabrina sempre tem um talento inigualável para destroçar o coraçãozinho dos seus leitores :')

É lindo o modo como coloca as palavras certas para tocar bem fundo na alma de quem está lendo!

Fiquei me perguntando se o adeus foi para um deles ir até o mercado, e então já logo voltar. Ou se realmente foi um término de relacionamento...

Na hipótese mais triste, o adeus foi para a morte...

Adorei poder ler os versos que você escreveu!!

Doces, delicados e sensíveis <3

Simplesmente perfeito <3

Postado 29/01/23 01:14

Sempre me alegra ver diversas perspectivas de interpretação, porque acho linda essa capacidade que a poesia tem de nos fazer imaginar todos os cenários. Te agradeço por trazê-los aqui, miga, e fico feliz que tenha gostado!

​Obrigada pela presença e comentário, Mei ♥

Postado 18/10/22 16:35

Em pela Academia da Carnificina, dona Brina me vem com esse poema fofinho.

Você queria me deixar boiolinha? Era esse seu objetivo? Parabéns! Você conseguiu!

Eu só queria pegar esse poema, colocar num potinho e ninar ele. Balançar é rodopiar. (me julgue)

Parabens,Brinis! Ficou perfeito!

Postado 29/01/23 01:15

Amiga, você é PERFEITA, entenda u-u.​

Obrigada pela presença e comentário, Flavinha ♥

Outras obras de Sabrina Ternura

Outras obras do gênero Drabble

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Poema

Outras obras do gênero Reflexivo