Amor romântico.
Pequena Estrela
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 08/06/19 20:25
Editado: 08/06/19 21:06
Gênero(s): Cotidiano Reflexivo
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min a 2min
Apreciadores: 1
Comentários: 2
Total de Visualizações: 115
Usuários que Visualizaram: 4
Palavras: 304
[Texto Divulgado] "Sem história " Esse é um conto bem ao contrário e entendedores entenderão as entrelinhas dele
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Apreciem bebes.

Capítulo Único Amor romântico.

Eu cheguei em casa, daquele jeito esfarrapado, tirei o tênis de qualquer jeito os jogando longe e me joguei no leito acolchoado, peguei aquele diário rosa claro e a caneta tinteiro da gaveta da cômoda ao lado da cama e me coloquei a escrever.

" Querido Diário, como vai? Bem se não fosses apenas papel quem sabe pudesse dizer que está bem ou não, enfim, vim relatar algo que me ocorreu hoje, uma baita descoberta!

Eu não sinto mais amor romantico… Sim isso mesmo! Eu amo de todos os jeitos mas não amo mais do jeito romantico da coisa entende?

Descobri isso quando notei que perdi o interesse em todos os rapazes que jurei morrer de amor, e até mesmo meu amigo o qual eu era doidamente apaixonada desde a 5° série veio em casa, e eu não senti nadica de nada!"

Tomei folego e respirei fundo mechendo o punho, pois estava dolorido de tanto eu escrever rápido, aí em vez de escrever mais me afundei contra o travesseiro e sorri, nem sabia o por que sorria.

Eu devia estar triste, por não sentir mais o amor romantico, mas sabe...

Não sentir esse amor significa não sofrer mais, e agora que olho para a paixão com tanto desinteresse, vejo que foi o melhor pra mim.

Finalizei meu diário com uma meta:

"Um lindo dia sem amores romanticos."

E todo dia que eu não amar ninguém colocarei "tantos dias sem amores romanticos"

quem sabe um dia eu não possa olhar o diario, bem idosa e ver que passei tantos dias felizes em amores romanticos… não custa sonhar né?

Se o cupido vier cedo ou tarde, eu juro que "trucido" ele!

Ou quem sabe um dia depois de vários dias e anos felizes sem amor eu não resolva me render ao deus Eros...

nunca se sabe.

❖❖❖
Notas de Rodapé

É isto.

Beijocas!

Apreciadores (1)
Comentários (2)
Postado 08/06/19 20:56

Suas palavras denotam uma profunda tristeza e decepção. Um coração fechado . Nao caia na escuridão.

Nao desista de você

Postado 08/06/19 21:02

Na verdade, denotam uma grande observação, sabe, manter o coração fechado e desencanar dessa parada de amor é uma boa, eu não cai na escuridão, apenas bateu o sentimento de desencanto.

Postado 12/06/19 10:55

Nunca é tarde para amar, mas também nunca é tarde para se machucar. É uma faca de dois gumes. Às vezes, achamos que a melhor opção é não amar, mas qual é o sentido da vida se não for para ter aquelas reviravoltas no estômago? Aqueles sorrisos lesados por causa de uma mensagem? Aquela veia de adrenalina quando sabe que seu amor está perto? Aquele surto pós término? Aqueles textos de superação amorosa e odeio meu ex? Só para no final, em alguns casos é claro, agradecer à esses seres por terem nos feito mais humanas por um tempo, mesmo que tenham partido depois.

Enfim, espero que o eu lírico possa se entregar a Eros ( se for da vontade dele) e vivenciar cada vez mais essa coisa chamada amor, até perceber que ele pode ser duradouro e extremamente válido.

Meus parabéns pelo tamanho texto <3

Postado 12/06/19 10:58

Teu comentário é um banho morno nos dias frios Malva, e tens razão, nunca é tarde, a gente se decepciona e se decepciona, mas tudo é por uma razão, seja divina ou não, tudo tem seu motivo na vida.

As vezes aquilo que tu julgava ser amor fosse um erro infindavel, ou talvez aquela pessoa que gosta de você em segredo seja teu amor pra vida inteira.

Que Eros um dia me dê um amor para chamar de meu, enquanto isso, faço textos realisticamente dolorosos e fortes, e é claro, leio romances para saciar minhas vontades rs;

Obrigada pelo comentário meu bem!

Postado 12/06/19 11:01

Nada como um coração romântico se prostando na escrita em um dia como esse. É o remédio para todos os perdidos: tanto no amor quanto na desilusão.

Eros e todas as divindades sabem o que fazem e porquê fazem. Mas tenho fé de que o “certo” ou a “certa” irá vir no tempo que há de vir.

Enquanto isso, escreva! Faça disso seu eterno testemunho. E continue me dando razões para te apreciar mais e mais rs