Ponto de Ônibus
6 de Janeiro
Tipo: Conto ou Crônica
Postado: 23/09/20 20:35
Editado: 23/09/20 20:36
Avaliação: 9.88
Tempo de Leitura: 37seg a 50seg
Apreciadores: 19
Comentários: 14
Total de Visualizações: 2233
Usuários que Visualizaram: 27
Palavras: 100
Este texto foi escrito para o concurso "Concurso de Drabbles - Cotidiano" A proposta desse pequeno desafio é abordar alguma temática cotidiana de forma interessante contendo exatas 100 palavras de acordo com o contador do site.  Ver mais sobre o concurso!
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Sobre o que me ocorreu hoje. Sim, chorei por chegar atrasada. Sim, quero matar meu patrão... Ou talvez, eu só deseje ser rica, e não ter de depender disso tudo... Mas escrever, não dá dinheiro, só me trás mais paz mesmo.

Capítulo Único Ponto de Ônibus

11h10 - Subo a rua correndo, com as canelas em chamas - preciso chegar 12h00. Chego no ponto juntamente com o Sol quente; então, aguardo...

As sombras vão aos poucos mudando de lugar, vestem-se às paredes e livram-se de mim...

Está atrasado, 11h42!!!

Entro em desespero, lágrimas fervem nos olhos. Receberei advertência, atrasada pela quadragésima vez consecutiva. Andei um quilômetro para conseguir chegar no horário, pegar outro ônibus, o mais rápido, mas de quê adianta? E se eu explodir a cabeça do meu patrão...?

11h50 - A cor vermelha do ônibus, aparece ao longe.

O fim do mundo... É uma probabilidade tão atrativa...

❖❖❖
Notas de Rodapé

Obrigada por chegarem no trabalho às 12h22 comigo...

Apreciadores (19)
Comentários (14)
Postado 23/09/20 21:13

Infelizmente sei como é essa sensação, espero que já esteja melhor, Ana!

Trabalhos muitas vezes nos consomem de maneiras desnecessárias e extremistas!

Boa sorte no concurso! Adorei seu texto!

Beijos!

:)

Postado 24/09/20 12:24

Agradeço por todo seu apoio Thaís! <3

Um dia vamos ficar ricas, só pra podermos mandar todo mundo ir se lascar

Postado 24/09/20 00:48

Leram minha mente, eu ia escrever isso, cada palavra. Que vacilo rsrs, falando sério, muito bom e, quem nunca?

Postado 24/09/20 12:21

QUE KKKKKKK, acho que problemas com ônibus é bem corriqueiro nesta MERDA de Brasil

Postado 24/09/20 10:09

É, o fim do mundo numa ocasião assim não é de todo o ruim!

Muito bom!

Postado 24/09/20 12:23

Às vezes eu até torço pra morrer logo de covid ou de cabeça-explodida pra tudo isso acabar... Mas, acho que Deus quer me fazer esperar mais um pouco jdhsjudhsi , enfim... Muito obrigada! <3

Postado 24/09/20 12:03

Seu texto foi bastante intenso, eu realmente pude sentir sua angústia e quase chorei com você...

Para mim era desesperador quando pegava dois ônibus para ir trabalhar, se um deles atrasava era o fim!

Cheguei atrasada inúmeras vezes...

Graças a Deus essa época passou...

Obrigada pelo intenso texto!

Beijinhos e muita paz no seu trabalho!

Postado 24/09/20 12:22

Aff, eu te amo! <3 <3 <3

Postado 24/09/20 20:33 Editado 24/09/20 20:34

No trabalho ainda não, mas na faculdade, Santíssimo...

Já dei cada show de lágrimas no busão kkkkkkkk

Seu texto está incrível, e retratando muito bem o tema do concurso <3

Parabéns pelo texto, mas fico triste pelo motivo que fez você ter a criatividade para criar ele...

Um abraço <3

P.S. o fim do mundo realmente podia vir logo e acabar com tudo...

Postado 27/09/20 15:21

O retrato cotidiano em sua obra é tão real que o leitor não sabe se quer chorar pelo atraso ou pela realidade mais do que palpável e provavelmente já vivida em alguma circunstância. Com uma veracidade incrível, você conseguiu transmitir com maestria essa questão do atraso. O sentimento expresso ao fim me fez querer rir muito kkkkkkk

Obrigada por compartilhar essa obra conosco! Boa sorte no concurso!

Parabéns, 6 ♥

Postado 27/09/20 21:41

Eu me vi no texto kkkkkkkk

Só gostaria de comentar que:

1- Não está errada em querer explodir a cabeça do patrão;

2- Não está errada em querer ser rica;

3- Amei o seu texto! Boa sorte no concurso <3

Postado 01/10/20 22:42

Acho que é em momentos como o que você retratou que eu agradeço por morar em cidade pequena e não precisar de ônibus. Deve ser realmente desesperador quando algo do tipo acontece.

Parabéns, 6. Boa sorte!!

Postado 02/10/20 02:56 Editado 02/10/20 03:26

Que arda nas profundezas do Inferno primeiro quem nunca se desesperou e/ou se (com o perdão da palavra) FODEU por causa do atraso de ônibus/metrô/trem/however...

Sua obra é simplesmente perfeita, descrevendo de modo sucinto, todavia intenso uma das facetas mais problemáticas do cotidiano moderno: depender de transporte público. Tudo isso com uma narrativa praticamente impossível dos leitores não se identificarem com tão complicada situaçåo...

Meus mais sinceros parabéns, Huldra! Como sempre, um excelente trabalho advindo desta autora magnífica que é a senhorita! Te desejo boa sorte no concurso, mítica Huldra!

Atenciosamente,

Um ser que já perdeu até emprego por causa de ônibus atrasado, Diablair.

Postado 25/10/20 16:35

Obrigada pela sua participação. Um comentário mais detalhado estará no resultado do concurso. :)

Postado 01/12/20 09:56

Um relato real e bem recorrente. :'

Sinto muito pelo efeito que isso causou em você. A gente corre e corre e nem sempre consegue (no ônibus e na vida) mas fico feliz que pôde compartilhar seu texto conosco.

Parabéns <3 Dias melhores virão!

Postado 05/10/21 06:46 Editado 05/10/21 06:49

Sensação de atraso, principalmente no trabalho, é uma coisa também que me afeta muito. As distâncias se alongam e o tempo ri, gargalha da sua ansiedade. E o fim do mundo é realmente uma ótima opção nesses momentos. Uma vez eu tive de passar uma semana mancando de mentira ( e dosar a minha "manquidez" em vários níveis de gravidade, a medida que os dias passavam ), pois inventei que tinha enfiado e torcido o pé em um buraco na calçada no caminho para o trabalho, por isso tinha me atrasado. Nada que pedrinhas perfurantes no sapato não resolvessem. No final, o patrão com uma dó genuína, me dispensou mais cedo, como recompensa pelo meu heroísmo de ter me sacrificado daquele jeito.

Postado 10/10/21 22:20

Na minha mais humilde opinião, patrão tem tudo é que se foder :)

Sinto muito pela sua experiência ser tão exaustiva... O que não fazemos pra sobreviver, não...?

Postado 16/10/21 19:17

Quem nunca sofreu pelo transporte público que jogue a primeira pedra hahahhahaha

Belo texto, muito divertido

Postado 14/10/22 15:39

Eu consigo sentir as canelas queimando, quem nunca passou por isso não viveu direito

Outras obras de 6 de Janeiro

Outras obras do gênero Ação

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Crônica

Outras obras do gênero Drabble