Desesperadamente
Meiling Yukari
Tipo: Lírico
Postado: 31/10/21 09:52
Editado: 31/10/21 09:52
Gênero(s): Cotidiano Poema
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 18seg a 24seg
Apreciadores: 1
Comentários: 2
Total de Visualizações: 182
Usuários que Visualizaram: 3
Palavras: 48
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Olá, pessoinhas queridas!

Estou postando para o AD05, o poema mais antigo escrito por mim!

O encontrei em uma agenda antiga, de quando eu tinha 8 anos.

É uma homenagem para meu cachorrinho, um dálmata, que infelizmente viveu uma vida bem curta e logo foi embora...

Espero que gostem do que a pequena Meilingzinha escreveu <3

Capítulo Único Desesperadamente

Meu querido cachorro

eu te amo muito

você é luz e beleza

*

Cada dia mais

você floresce

desesperadamente

*

Com amor você floresce

desesperadamente

e cresce e vive e quer viver

*

Meu adorado amigo

eu te amo com o que você é

*

Meu desesperado amigo

meu tão amado amigo

❖❖❖
Notas de Rodapé

Muito obrigada pela leitura <3

Apreciadores (1)
Comentários (2)
Postado 01/11/21 15:11

Poxa, que fofinho. Como nos marcam esses companheiros, né? Muitas vezes o tempo curto só deixa ainda mais intenso... Gostei de ver seu poema antigo, Meiling~ com o tempo vou descobrir os outros mais recentes também XD

Postado 22/01/22 20:40

Que coisa mais fofinha!

Imagino como seu cãozinho devia ser ansioso e traquinas...

Me lembrei do meu primeiro gatinho Mingau, eu já era adulta, mas a partida dele foi muito triste...

Bichinhos tem sempre um lugarzinho especial na nossa vida e coração, pena não serem eternos...

Obrigada por compartilhar essa gracinha de poema!