Fantasmas
Kallya
Tipo: Lírico
Postado: 21/10/16 12:25
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 1min
Apreciadores: 3
Comentários: 0
Total de Visualizações: 234
Usuários que Visualizaram: 4
Palavras: 184
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Encontre esse poema escrito em um antigo caderno meu, deve ter quase uns oito anos mais ou menos, só agora tive tempo de edita-lo.

Espero que gostem.

Capítulo Único Fantasmas

Nunca pensei que sentiria falta

De não sentir nada

Nem sonhos de felicidade

Nem de lágrimas que se derramou a noite

Mas agora meu sono perturbado

Pelos risos dos fantasmas

Que vem ouvir o som da minha dor .

Lutando uma batalha perdida

Busco um unico fio de esperança

em que me segurar

A verdade machuca muito,

Mas não posso viver em um mundo de sonhos

Então as lágrimas vão rolar

Pois sei que não poderei voltar atrás .

Não posso mais

As forças me faltam

Já não luto conta o sentimento

Pois é mais forte que eu

E querendo ou não

Meu coração é teu.

Outra noite volto a chorar

Os fantasmas riem de mim

Porque entregasse teu coração outra

Eu cansei de gritar que te amo

Mas nunca ouviste uma palavra

E como um fantasma

Você não pode ver.

Fantasmas ainda riem de mim

Sei que a batalha está perdida

O sol não mais voltará a brilhar iluminando um novo caminho

Não viverei para lutar novamente

A morte já me levou

E você nunca saberá

Que te entreguei meu coração

E você não viu...

❖❖❖
Apreciadores (3)
Comentários (0) Ninguém comentou este texto ainda. Seja o primeiro a deixar um comentário!