Seu tempo acabou
Francisco
Tipo: Lírico
Postado: 02/05/17 16:14
Gênero(s): Drama Poema
Tags: Matanza
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 46seg a 1min
Apreciadores: 3
Comentários: 2
Total de Visualizações: 348
Usuários que Visualizaram: 8
Palavras: 125
[Texto Divulgado] "Por trás da porta" ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Não recomendado para menores de dezesseis anos
Capítulo Único Seu tempo acabou

Cara, você vai sofrer!

Por isso, não venha ver,

Minha fúria crescer

A ponto de eu ferver.

Eu estava de boa no bar,

E você chegou para fumar.

Nada errado, se não me importunar,

Mas você decidiu se sentar...

A raiva tomou conta de mim.

Eu ia lhe arrancar o rim,

Mas a moça com lábios carmim,

Levou-me ao seu camarim.

Volto cansado,

Todo errado,

Com o cabelo bagunçado,

Mas não acabado.

Foi uma distração,

Mas a combustão,

De lhe arrancar o coração,

Continuou a milhão.

Você já tinha partido.

Mas a ódio que eu sinto

Vai ser lhe transferido,

Com ferro bem aquecido.

Hoje, você se escapou

Mas seu tempo acabou.

Você vai perceber que errou,

Ao notar que a faca já lhe furou.

❖❖❖
Notas de Rodapé

Matanza é a lei!

Apreciadores (3)
Comentários (2)
Comentário Favorito
Postado 03/05/17 21:54 Editado 03/05/17 21:56

A impressão que tive ao ler estes versos foi a de que a motivação do eu-lírico foi um tanto quanto aleatória sem, no entanto, conseguir passar um quê de insanidade, psicopatia ou mesmo um surto nem nada do tipo (pois a dama demoveu-o daquilo com seus encantos até que rapidamente, dada a teórica intensidade dos sentimentos/intenções envolvidos), o que aos meus olhos fez o poema perder um pouco da essência malevolente/insana que poderia/deveria permear a obra.

Todavia, é sempre bom ver alguém adoecer um pouco mais aqui no site...

Bom poema, monsieur!

Atenciosamente,

Um ser fazendo hora extra neste mundo, Diablair.

Postado 03/05/17 22:06

hahahaah, pois é... O cara, pra mim, queria matar por matar. Mas, quando surgiu a oportunidade de fazer algo melhor (se envolver com a mulher), ele o fez. Depois, com tempo de sobra, a vontade de matar voltou, hehehehe.

Muito obrigado pelo comentário, Diab. Sempre uma honra recebe-los!

Postado 18/11/17 17:57

Direto ao ponto, tal como a faca!

Adorei esse poema, muito bem escrito e desenvolvido, além de reter toda a atenção! <3

FAZ MAIS DESSES POR FAVOR

#ad01 - 36/90

Postado 23/11/17 22:28

Hehehe. Muito obrigado.

Queria fazer mais desses, mas é complicado! Hehehe.