Alerta Vermelho
6 de Janeiro
Tipo: Lírico
Postado: 21/10/19 11:33
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 36seg a 48seg
Apreciadores: 1
Comentários: 1
Total de Visualizações: 154
Usuários que Visualizaram: 2
Palavras: 97
[Texto Divulgado] "réquiem for me" estou me dirigindo a várias pessoas nesta passagem. todas elas de mãos dadas comigo no espelho. 
Livre para todos os públicos
Notas de Cabeçalho

Fiz este na época que as queimadas na Amazônia estava tão feroz, que o céu acordou vermelho. Foi um dia tristemente inesquecível.

Atualmente, mais uma vez a natureza está sendo sufocada pela ganância.

É luto atrás de luto.

Capítulo Único Alerta Vermelho

Hoje o dia acordou apagado

O sol espalhou sua luz vermelha

Luz de alerta

Cinza para tudo quanto é lado

O verde chora

O rico ri

A cor viva dos mares

Não mais vemos mais aqui

Acordei hoje toda poética

Olhei para o sol vermelho

Me achando até profética

Mas não era poesia, nem vida

nem luz

Era a mata tingindo o céu de sangue

Vida morta que não mais reproduz

Hoje o céu acordou sangrando

Um pingo de azul

Num céu assassinado

A TV nos faz sentir o gosto do ouro

Enquanto cada recurso

Permanece esgotado.

❖❖❖
Notas de Rodapé

...

Apreciadores (1)
Comentários (1)
Postado 21/10/19 17:02

Tá foda escrever verso.

A gente se sente um pássaro desnorteado ao tentar falar de amor.

Belas (?) palavras. Crítica clínica.

Parabéns!