Luna Nostra (Em Andamento)
Sjowmalf
Usuários Acompanhando
Tipo: Romance ou Novela
Postado: 15/05/22 17:44
Qtd. de Capítulos: 1
Cap. Postado: 15/05/22 17:44
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 3min a 4min
Apreciadores: 0
Comentários: 1
Total de Visualizações: 133
Usuários que Visualizaram: 3
Palavras: 550
[Texto Divulgado] ""
Livre para todos os públicos
Luna Nostra
Notas de Cabeçalho

O seguinte texto é parte de uma campanha de RPG de mesa/podcast em desenvolvimento.

Capítulo 1 Revelações

- Água sólida! – Ghier olhou para o irmão. Eles dividiam o corpo há séculos, mas não o entusiasmo – Lembra?!

Herig apanhou o cubo e o enfiou na boca. Esperei pelo berro de congelamento, e ele veio.

- Queima! – disse Herig, secretando fosfato ferroso. Ghier assoprava o irmão, e a temperatura subiu alguns graus.

Senti minha veste dilatar.

- Quando foi a última vez que tiveram contato com água? – perguntei.

- Oh... – as escamas no escalpo de Ghier se abriam, e o brilho prateado da epiderme desapareceu ao captar luz solar – Três mil e...

- Dois mil – Herig corrigiu, usando uma das mandíbulas para triturar uma pepita de cobalto – Dois mil oitocentos e vinte e dois. Octogésima-nona e última era glacial.

Levantou um pseudóculo para me encarar.

- Como não lembra? – levantou outro, que tocou minha veste. Senti a descarga elétrica – Ah, você não é daqui...

- Não ligue para ele – disse Ghier. – Memória ruim.

Observei o gelo recém transmatado sobre a gigantesca mesa mercuriana virar plasma.

- Sim, você avisou algumas vezes.

A veste materializou superfície quando me sentei. Vi as expressões de Ghier-Herig ficarem iguais.

- Quando os visitamos, pensaram que éramos...

- Dragões – sorri. – Lendas, mito. Percorremos um longo caminho desde então. E, agora...

- E agora, se “senta” em nossa casa para tomar café – disse Herig.

- Chá – brinquei, sugando o canudinho em meu visor.

- Mas não está realmente aqui.

Assenti: - Não.

Herig bufou hélio em brasa. Acompanhei a risada.

- Por que se tornaram um? – perguntei.

- Pensei que já tivesse ouvido essa história.

- Não seja grosso – Ghier retraiu as escamas e eriçou os pseudóculi. – Quando nos adaptamos, não havia mais por que ser um.

- Eram tantos... Escavamos muitas cidades aqui – mencionei.

Ghier dançava com os olhos, e a veste traduzia seu humor. Ele gostava de história.

- Ah, sim – disse. – Viemos de Laghon, com um dos últimos mares de sulfato e alumínio. Acredito que esteja vazia...

- ... há muito tempo – disse Herig.

Ajustei o termostato. Sentia frio.

Herig continuou.

- Quando chegamos na Terra...

- Apareceram – corrigi.

- ... queimamos. Ou congelamos. Devagar.

- E nós os contemos.

- E aparecemos na TV – Ghier lembrou.

- Sim – ampliei minha interface visual para eles. – Fizemos um alarde.

- Não sabiam nada.

- Não sabiam de nada – Ghier se eriçou. – Não há culpabilidade em ter medo.

Herig-Ghier arrastou-se até o topo de um vulcão. Eu acompanhava de longe, pensando em como dizer...

O mercuriano se banhou no óxido ferroso, meses depois emergindo.

- Estamos com um problema – eu disse, e Herig bufou, esticando pseudóculi e asas. Lava encobriu meu visor e escorreu.

- É aquele negócio dos terremotos?

- Não, Ghier. É nossa Lua.

- Nossa Luna... – disse Herig, recebendo um rosnado do parceiro.

- Mostre a nós – disse Ghier.

Estendi um braço.

O Campo Entrópico se formou sobre o vulcão, e a Terra e a Lua se fizeram de ferro, cobalto e platina sobre nós três. Tentei adicionar o que pude de verde e azul com cobre e chumbo, mas pouquíssimo alcançava o CEnt antes de se desfazer nos ventos solares.

- Sempre artistas – Herig grunhiu. Apontou para a Lua. – Adeus Luna...

- Adeus Luna. – repeti, acompanhando a linha que indicava a órbita do velho satélite a se expandir devagar.

- Oh... o que vocês fizeram agora? – Ghier lamentou, ao ver os mares de níquel retraírem a quase nada e continentes de ferro se abalarem em pedaços.

- Não sabemos – encarei o mercuriano duas vezes. – Ela simplesmente começou a acelerar.

❖❖❖
Apreciadores (0) Nenhum usuário apreciou este texto ainda.
Comentários (1)
Postado 15/05/22 21:49

Narrativa de LoR com estilo sci-fi e que te faz querer estar mais por dentro do assunto, querendo fazer parte do círculo intimo que possui informações que você ainda não conhece.

Outras obras de Sjowmalf

Outras obras do gênero Ação

Outras obras do gênero Aventura

Outras obras do gênero Ficção Científica

Outras obras do gênero Mistério