Sentimentos Reprimidos
C David
Tipo: Lírico
Postado: 06/01/19 20:21
Editado: 06/01/19 20:59
Gênero(s): Cotidiano Poema
Avaliação: Não avaliado
Tempo de Leitura: 19seg a 25seg
Apreciadores: 4
Comentários: 4
Total de Visualizações: 74
Usuários que Visualizaram: 5
Palavras: 51
[Texto Divulgado] "Lá Vem a Cobra, Lá Foi o Pandeiro" O personagem encontra-se no meio do mato em situação desfavorável após cair em um rio e perder seus equipamentos eletrônicos e seu pandeiro.
Livre para todos os públicos
Capítulo Único Sentimentos Reprimidos

Palavras não ditas,

Ideias não expressadas,

gritos não dados,

lágrimas não choradas.

Por educação,

ou média,

não importa o motivo.

Sentimentos Reprimidos.

Corroem;

dominam;

Matam aos poucos,

não me deixam ver.

Não consigo pensar,

só consigo sentir.

Sentimentos que não me deixam, jamais.

Egoístas, cegos, injustos, raivosos, sofridos;

Apenas,

Sentimentos Reprimidos.

❖❖❖
Apreciadores (4)
Comentários (4)
Comentário Favorito
Postado 06/01/19 20:54

A solidão da alma sempre tem a companhia destes sentimentos que todos nós guardamos lá no fundo, para ninguém encontrar. Os versos do poema são simples e objetivos, tornando a experiência da leitura impactante e trazendo à tona o que nós realmente temos em comum com o eu-lírico.

É incrível a maneira que você desenvolveu isto. A simplicidade da sua escrita me encanta.

Meus parabéns ♥

Postado 06/01/19 21:01

Não sou muito boa com poemas, apesar de ter despertado para a escrita com eles. Acho que não saberia escrevê-los de outro jeito, o simples é tudo o que eu sei fazer;mas você me mostrou uma singularidade que eu ainda não tiha percebido. Agradeço muito pelo comentário, deixou o meu dia mais feliz.

Postado 07/01/19 15:00

É mais fácil simular sentimentos quando não se tem, do que reprimí-los quando se tem, e quem o faz sofre.

Muito gostozin de ler e bem realista também. De fato, eu acreditei nas suas palavras. Parabéns!

Postado 07/01/19 19:37

Muito bom! Obrigado por compartilhar este belo poema ^^

Postado 11/01/19 01:29

A capa tá muito bonita. O que eu tenho a dizer é: Não reprime não! Faz mal pra caramba pra nós mesmos.