O Livro da Sina (Terminado)
6 de Janeiro
Usuários Acompanhando
Tipo: Romance ou Novela
Postado: 22/10/20 00:25
Editado: 22/10/20 02:39
Qtd. de Capítulos: 20
Cap. Postado: 22/10/20 00:25
Cap. Editado: 22/10/20 01:36
Avaliação: 9.81
Tempo de Leitura: 2min a 3min
Apreciadores: 7
Comentários: 7
Total de Visualizações: 102
Usuários que Visualizaram: 11
Palavras: 370
[Texto Divulgado] " Só nós." agora não existe nada além de nós nada além dos nossos corpos, toques e voz nesse mundo, só quero a ti. e para mim existe você.
Não recomendado para menores de dezesseis anos
O Livro da Sina
Capítulo 1 Corpo Alvo

Na Rua Esquerda, à direita, existe um prédio que fora construído nos anos 40; paredes em amarelo desbotado, rachaduras, tijolos expostos e pó de cimento que voa com o vento sempre que passa por ali uma brisa.

Fica na parede aquele anúncio emporcalhado de NÃO CUSPA NO GRAMADO, mas sendo ignorado, cada beberrão do bar da esquina sempre que volta as duas da matina, deixa ali sua marca com pigarro.

É um cenário numa rua deserta em São Paulo...

Lá em cima, quase rasgando o céu, fica o apartamento da dona Ofélia.

Bochechas rubras assim como o nariz e a pele em volta, um sorriso de dentadura amarelada que ao invés de dentes, parecem pérolas envelhecidas que sorriem numa linha reta. Tem olhos sem brilho ali, tem marcas de sorriso sim, sorriso forçado, daqueles que se esbanja quando se vê um parente que não quer cumprimentar na rua.

No apartamento de número 101, Ofélia mora com sete gatos carrapatentos, dois periquitos e sua coleção imaculada de revistas da Chanel.

Quando mocinha, dona Ofélia era mimosa, cabelo penteado e vestido de luxo, sapatinho de boneca e blush vermelho no rosto, uma parada e os rapazes assoviavam, era do tipo de parar o trânsito.

E mesmo assim, nunca foi pedida em casamento.

Esperou e esperou, esperou e esperou, procurou, pesquisou chegou até se apaixonar, mas nunca achou um sequer que a amasse de verdade. Ficou solteira a vida toda, nunca beijou ninguém, além de si mesma no reflexo do espelho, nada nunca a tocou além do pelo empoeirado dos seus bichos preguiçosos.

A velha só não conseguia entender, o que nela afastava a todos.

Era alta, corpuda, era bailarina na juventude, tocava piano e era muito inteligente, ia à igreja – nem vai mais, nem sabe mais o que é fé, não sabe mais se existe Deus, nem sabe mesmo se existe vida em si mesma, perdeu a fé em tudo, até no mundo, até no padrão de beleza Chanel -, quando mocinha, ela também cozinhava, costurava, cantava e encantava. Por que será que ela nunca conseguiu ninguém?

Agora com sessenta e oito anos, pesando cinquenta e três quilos e uma saúde de ferro, decidiu mesmo assim que não tinha mais motivos pra viver...

❖❖❖
Notas de Rodapé

Continua...

Apreciadores (7)
Comentários (7)
Postado 22/10/20 00:37

Ela nunca conheceu um Hamlet ou Horácio. Tais almas compreendem a magnitude de um sol forte, de nuvens tempestuosas. As outras almas correm. Apreciam, mas de óculos ou de dentro das casas.

Vamos ver como vai ser os próximos ❤

Postado 22/10/20 01:32

Às vezes, ela só estava desatenta...

Obrigada por comentar! <3

Postado 22/10/20 01:40

Pode ser... E de boas. Estava querendo ler uns textos mais independentes faz tempo.

E, segredinho, Ofélia me deu medo.

Postado 22/10/20 02:31

A senhorita sabe mesmo como começar uma obra e cativar o leitor logo no início! Amei o nome da protagonista, mas esse final detonou meu coração... Quantas coisas ela deixou de viver... Vejamos como tais argumentos irão se desenvolver nos próximos capítulos.

​Obrigada por compartilhar conosco!

​Parabéns, 6 ♥

Postado 22/10/20 14:10

Como sempre arrasando querida 6!

quanta coisa bem escrita, o final simplesmente arrasador como um tsunami, e ansiosa para o que virá depois!

abraços!!!

Postado 22/10/20 15:43

Socorro, o texto já começou com a descrição das marcas com pigarro kkkkkk

Essa dona Ofélia com seus 7 gatos!! Mas tadinha, fiquei tão triste por ela não ter nunca encontrado o amor...

Ela jovem, bonita, e com tantos talentos descritos não encontrou ninguém que a amasse de verdade... isso é tão triste...

Postado 22/10/20 23:16

Eu? Presa desde o primeiro parágrafo? Você tem a completa razão!

Vou guardar mais comentários para os próximos capítulos porque isso aqui tá realmente incrível.

Postado 26/10/20 16:21

Vou floodar isso aqui pelo emblema, mas saiba que vc é uma escritora incrível e sensacional. Te admiro!

Postado 26/10/20 16:34

Esse seu texto é maravilhoso! Que bom que resolveu publicar aqui.

Que venho o livro sem demora!

Parabéns pela maravilhosa obra!

Outras obras de 6 de Janeiro

Outras obras do gênero Cotidiano

Outras obras do gênero Drama

Outras obras do gênero Erótico ou Adulto

Outras obras do gênero Mistério